quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Crônicas Desliguenses - Super Cocô: herói ou vilão? A verdadeira história por trás de um mito.


Dando continuidade à série ‘Crônicas Desliguenses’, hoje vamos revelar a verdade por trás deste personagem que se tornou um mito no Desliga da Justiça. Esta talvez seja a entrevista mais esperada do ano, afinal como surgiu o personagem? Trata-se de um herói mal compreendido ou de um vilão disfarçado? Quais são suas motivações? Enfim, esta entrevista vai revelar toda a verdade sobre esta figura de língua ferina. Sem meias palavras ele não poupa ninguém e promete jogar merda no ventilador. Preparem o estômago e curtam a entrevista.

Lembrando que: qualquer coincidência com a realidade é mera semelhança. Essa crônica é uma adaptação de outra que foi escrita após o primeiro desfile do Desliga.

Entrevistador: Afinal, SC, porque você sumiu do Desliga? Porque não desfilou mais com os super heróis?

SC: E quem disse que eu sumi? Estive entre a galera todos os anos, sempre atacando aqueles que se descuidam durante o carnaval. Minhas últimas vítimas foram o Mario Bros e o Speed Racer, pergunte pra eles. Estou sempre rondando, esperando o momento certo de atacar, observando os heróis com sintomas de ressaca ou que comeram camarão na praia antes do desfile. Aliás, esteja certo, em 2013 eu vou fazer pelo menos mais uma vítima. Huahuahuahuahua Quem será?


Entrevistador: Mas porque atacar os amigos heróis? Quer dizer que você é realmente um vilão?

SC: Sempre fui vilão, só me disfarcei de herói para pegar os Desligados desprevenidos. Acho esses super heróis todos uns bostas.

Entrevistador: É verdade que você é muito temido pelos super heróis?

SC: Claro! Mostre-me um herói valentão ou uma heroína corajosa que eu te mostro um bando de cagões.

Entrevistador: A que você atribui este temor?

É simples. Seja mortal ou imortal, seja deste ou de outro planeta, quem tem cú tem medo!

Entrevistador: Lembro na nossa última entrevista que você relatou que bateu em alguns super heróis, isso procede realmente?

SC: Sim é verdade, o Hulk nem sempre foi verde daquele jeito, ele ficou assim porque quis me encarar, mas por mais forte que ele seja, ninguém segura um Super Cocô.


Certa vez o Flash quis apostar corrida comigo, coitado, quando ele cruzou a linha de chegada já era tarde, já estava todo cagado.



Até o Super Homem descobriu que não é só a criptonita que pode deixá-lo fraco, depois de um super dor de barriga seguida de uma super caganeira ele também sentiu a minha pressão. Reparou como ele anda magro? Pois é...




O Batman depois de uma briga comigo passou a incluir papel higiênico no cinto de utilidades.




O Aquaman ficou desidratado e teve de tomar soro na veia pra se recuperar depois de uma luta comigo.

O Lanterna Verde ficou com o seu anel verde latejando depois de me encarar numa briga.


O Zorro achou que ia deixar sua marca em mim, mas quando chegou em casa descobriu que fui eu quem deixou uma marca, uma super freada de bicicleta na cueca.

O Wolverine depois de uma briga comigo ficou pura pele e Adamantium.

Outro exemplo foi o menino maluquinho, porque você acha que ele só anda com aquele penico na cabeça?

E a Tempestade? Já ouviu falar do termo jogar merda no ventilador? Pois imagine isso em proporções épicas!

O Coisa? Covardia... O cara sofre de hemorroidas, mas já fiz o Coisa cagar areia. O Coisa é carta branca, café com leite, caga pedra, rs.

Entrevistador: E afinal como foi que você adquiriu seus super poderes?

Bem, eu era um mero mortal, estava no bar do arco íris na lapa tomando uma cerveja e pedi um ovo cozido, daqueles coloridos para tirar um gosto. Depois de alguns minutos senti algo diferente, uma forte pontada no estômago, foi o início a uma estranha mutação no meu organismo. Senti que algo não ia bem, todos a minha volta diziam que eu estava mudando de cor, ficando meio amarelo, roxo, cinza, e foi então que ao tentar em vão chegar até o banheiro, num momento de inspiração, surgia o Super Cocô.

Entrevistador: Mas afinal, quais são seus super poderes?

Super Cocô: Veja bem, eu sou mais rápido que a velocidade do pensamento, da luz ou do som, pois quando surge o Super Cocô não dá tempo de pensar em nada, nem de ligar a luz ou falar nada pra ninguém. Nenhum super herói consegue lutar sob o efeito de uma super caganeira. Há é, quase me esqueci, tenho ainda a super bufa que se detonada em lugares fechados desnorteia qualquer ser vivo. A super bufa se utilizada com um isqueiro na mão torna-se ainda mais mortífera.


Entrevistador: E você não tem um ponto fraco?

SC: É praticamente impossível me deter, você pode usar um Imosec, mas só vai tardar o inevitável.

Entrevistador: Mas afinal, porque você acha que sua figura fez tanto sucesso no bloco?

SC: O meu sucesso no bloco só comprova o que eu suspeitava desde o início: o Desliga aceita qualquer bosta.

Entrevistador: É realmente eu acho que sua volta para o bloco fica comprometida com essa atitude. Mas por fim, há algum personagem que você admire?

SC: Sou fã do Bob Cuspe, ele é o cara.




Um comentário: