quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Crônicas Desliguenses – Desfile 2013, uma enxurrada de emoções.


O desfile do Desliga da Justiça 2013 marca o quarto ano de existência do bloco, foi realmente uma enxurrada de emoções. Em minha opinião esse desfile ficou marcado pela renovação no quadro de batuqueiros, pelo entusiasmo dos iniciantes, pelo acolhimento carinhoso dos veteranos, por uma organização exemplar para o carnaval carioca, por uma harmonia talentosa e cada vez mais entrosada e, por fim, uma liderança presente e comprometida. Até São Pedro resolveu colaborar e dar uma pausa na chuva, colocando um solzão bem ardido pra gente no dia do desfile.
O tema do bloco em si já é uma inspiração para nossas vidas, fomos extraordinários, verdadeiros heróis cotidianos. Mostramos ao mundo que não é necessário ter superpoderes para espalhar alegria e criar momentos de felicidade plena. Provamos que a amizade pode sempre superar as diferenças e as dificuldades de se viver em grupo. Misturamos a cultura dos heróis americanos que tanto influencia a infância ocidental, com o batuque envolvente da música brasileira, com uma dose cavalar da típica irreverência carioca e criamos um espetáculo rico, espontâneo e único. Em um mundo cheio de disputas religiosas e políticas, intolerância, preconceitos, guerras, violência, misturamos o chiclete com banana e espalhamos pelo mundo imagens coloridas da autêntica beleza nacional.
E nas palavras de nosso amigo Carlinhos: “fazer tudo isso sem ganhar nada, de forma desinteressada e apaixonada pelo simples prazer de brincar e sorrir ao lado de um monte de maluco é de uma generosidade festiva e desprendimento que só um super herói tem”. O sorriso no rosto das crianças fez valer a pena qualquer mico enfrentado para chegar fantasiado até ao Baixo Gávea. A energia contagiante dos foliões fez valer todo o sacrifício para participar dos ensaios levando os instrumentos pesados e enfrentando o calor de um estúdio fechado em pleno verão carioca, isso sim é coisa de herói. Diante de um visual tão colorido e da alegria dos foliões não ouso dizer que ocorreram problemas técnicos ou atrasos, mas apenas aprendizados para os próximos anos. O Desliga é um bloco com apenas quatro anos de idade, aliás, uma criança cheia de charme que com pouquíssimo tempo de existência já emplacou a capa de um dos principais jornais brasileiros e virou notícia além-mar.
O baile à fantasia do Desliga foi um sucesso e com louvor vai entrar para o calendário oficial do pré-carnaval carioca. Aliás, as fantasias este ano foram um show à parte, em 2013 os batuqueiros subiram o sarrafo na qualidade das vestimentas, daqui para frente o padrão é deste para cima. Mas não foi só neste quesito que melhoramos, o patamar do bloco subiu como um todo, harmonia, bateria, diretoria, desliguetes, todos estão de parabéns. Cada um contribui com o talento que possui e no final tudo dá certo. Deixo um abraço especial para nosso querido presidente: Erthal, você nos deixou orgulhosos, fez um trabalho excelente! Com certeza foi um ciclo de grande crescimento para o bloco, para você e para as histórias de vida individuais que agora se fundem.
Agora pra quem acha que acabou? Kkkkk Estamos só começando, ainda tem a nossa mega festa na sede náutica e Saquarema vai tremer ao som de nossos tambores. Ainda temos um possível rescaldo no bar da Boa. Temos churrasco com eleições presidenciais e vai saber o que mais o destino nos reserva. Só sei que as perspectivas são tão positivas quanto a nossa energia.
Um forte abraço,
Aquaman




Nenhum comentário:

Postar um comentário