segunda-feira, 28 de outubro de 2013

O mundo fantástico da Desligolândia





Imagine um mundo onde todos são superamigos, onde reina uma harmonia afinada com o ritmo das batidas dos corações dos batuqueiros. Imagina ainda que nesse mundo há uma praia limpa de areia branca e um lindo horizonte para relaxar os pensamentos. Pois é, esse lugar existe e fica em Saquarema, trata-se do mundo fantástico da Desligolândia.

Nosso ensaio na praia foi um sucesso, o Desliga aportou em Saquarema neste fim de semana numa festa que já deixa saudades. Quando é o próximo ensaio na praia mesmo? Daqui um mês? Semana que vem? Rs. O ensaio a beira mar foi uma oportunidade para que os novatos sintam o clima do carnaval, o Desliga toca de forma leve e descontraída, se não for pra ser divertido não faz sentido, mas tocamos também com responsabilidade. A cerva é liberada, mas não podemos deixar a peteca cair, “também é necessário manter a concentração pra não errar a mão e fazer bonito”, essas foram as sábias palavras de nosso mestre Roque. Parabéns Super Shock, sua bateria foi muito elogiada, agora é manter a galera focada nos ensaios.

Nossos sinceros agradecimentos a Carlinhos e Mirian, que mais uma vez abriram as portas de sua casa para nosso bloco passar. A sede náutica do Desliga está um brinco, a decoração ficou maravilhosa. Na opinião deste humilde narrador, o Desliga na Praia 2013 foi uma das melhores festas promovidas pelo bloco em sua história e com certeza elevou o patamar de exigência dos batuqueiros. Parabéns a todos os envolvidos na organização do evento. Muita cerva, fartura no churrasco e mesa completa de doces para as “crianças”. Até os detalhes da identificação das portas dos banheiros faziam a gente dar gargalhadas.

A roda de samba com a velha guarda de Saquarema também foi um show à parte, tivemos a participação especial de Rodrigo Moreira, o Lanterna Verde, e de Joana Rychter, a Hera Venenosa. A convocação geral do cantor da velha guarda fez a alegria dos batuqueiros de plantão que invadiram a roda. Naquele momento o gramado da sede náutica mais parecia um parque de diversões para os batuqueiros que acompanhavam a roda de samba batendo na palma da mão, batendo na cadeira, batendo nas mesas, enfim, sedentos para pegar os instrumentos e cair na batucada. No início parecia que “ia dar ruim”, kkkkkk, mas no final tava tudo certo, o que importa mesmo é a alegria e a confraternização. Depois da roda de samba foi a vez dos nossos DJ`s mandarem super bem incendiando a pista de dança com o suingue característico das festas do Desliga.

Aliás, essas festas do Desliga da Justiça são mesmo um luxo, até os penetras são diferenciados, tivemos alguns penetras franceses que passavam por ali e foram atraídos pela bagunça. De acordo com os relatos, eles foram entrando aos poucos, degrau por degrau, vendo se ia rolar algum xabú. kkkk Só no Brasil mesmo pra encontrar uma festa daquele nível e uma galera que acabou interagindo com os gringos e os absorvendo no meio da festa. Aqueles ali terão histórias pra contar em sua terra natal.

Grande Abraço,
Aquaman